Ciências sem Fronteiras: Inscrições

O programa Ciências Sem Fronteiras foi criado com o objetivo de consolidar, expandir e internacionalizar a ciência, a tecnologia, a inovação e a competitividade brasileira através do intercâmbio e da mobilidade internacional. Se você tem interesse pelas áreas de ciências e pelas áreas tecnológicas e tem vontade de estudar no exterior, essa pode ser sua grande oportunidade.

Atualmente, o programa Ciências Sem Fronteiras oferece bolsas de estudo financiadas pelo Governo Federal brasileiro para que alunos de graduação, pós-graduação e cursos superiores de tecnologia possam estudar como escrever em alfabeto lettering. Além disso, também existem as bolsas no Brasil criadas com o objetivo de incentivar a atração de pesquisadores e líderes de grupos de pesquisa do exterior para o Brasil.

Através do programa, é possível estudar em mais de 40 países como Canadá, Estados Unidos, França, Reino Unido, Alemanha, Austrália, Suécia, Dinamarca, Holanda, Índia, Coréia do Sul, entre outros. Uma vez que esses locais possuem ciências e tecnologias avançadas, a chance de aprender novos processos e realizar grandes descobertas é imensa.

Ciências sem Fronteiras: Áreas Prioritárias

As áreas prioritárias do programa são aquelas contempladas pelo programa Ciências Sem Fronteiras. Confira algumas delas abaixo:

  • Engenharia e todas as outras áreas da tecnologia;
  • Ciências Exatas e Ciências da Terra;
  • Biologia, Ciências da Saúde e Ciências Biomédicas;
  • Tecnologia da Informação e Computação;
  • Gás, Carvão Mineral e Petróleo;
  • Novos Materiais e Nanotecnologia;
  • Bioprospecção e Biodiversidade;
  • Ciências Marítimas;
  • Indústria Criativa (voltada a processos e produtos com foco em inovação e desenvolvimento tecnológico).

Para visualizar a lista completa, acesse:

  • www.cienciasemfronteiras.gov.br/web/csf/duvidas-frequentes

Como podemos observar, as áreas de humanas e sociais não são contempladas, uma vez que o foco do programa é a ampliação e a consolidação das áreas tecnológicas e de ciências.

Quem Pode Participar

Estudantes: para concorrer a uma das bolsas de estudo fornecidas pelo Ciências Sem Fronteiras 2016, o candidato deve preencher os seguintes requisitos:

  • Ser brasileiro ou naturalizado brasileiro;
  • Estar matriculado em uma instituição brasileira de ensino superior em qualquer curso pertencente a uma das áreas prioritárias mencionadas anteriormente;
  • Ter conseguido no mínimo 600 pontos no ENEM (só são válidos os testes realizados a partir de 2009);
  • Possuir um bom desempenho acadêmico de acordo com critérios da IES.

Instituições de ensino e pesquisa: as instituições de ensino e pesquisa que desejam fazer parte do Ciências Sem Fronteiras 2016 devem tirar suas dúvidas exclusivamente pela Central de Atendimento do programa através do telefone 0800 616161. O atendimento funciona de segunda à sexta, sempre das 8h às 20h.

Inscrições

Para realizar a inscrição, o candidato precisa ficar atento às chamadas que são divulgadas periodicamente no site do Ciências Sem Fronteiras. Acesse o seguinte endereço:

www.cienciasemfronteiras.gov.br/web/csf/inscricoes-resultados

Nessa página, é possível visualizar as chamadas abertas e também as que já foram encerradas. Atualmente, há chamadas abertas para programas de Pós-Graduação e Pós-Doutorado e também para a atração de cientistas para o Brasil. Você pode obter mais informações sobre o programa Ciências Sem Fronteiras através dos seguintes canais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *